CINQUENTA CARTEIRINHAS FORAM SOLICITADAS POR ARTESÃOS DO GUARÁ

14/02/20 às 16h26 – Atualizado em 14/02/20 às 17h24

A procura pela carteirinha profissional de artesão foi grande na Casa da Cultura, na terça-feira (11). Cerca de 50 artesãos compareceram para a emissão ou a renovação do documento que habilita a participação em feiras e exposições, locais onde  a carteirinha é exigida. A parceria entre a Secretaria de Estado de Turismo e a Administração Regional do Guará superou as expectativas. Durante o expediente da banca avaliadora, foram contabilizados 50  cadastros. 

Aline Elaine trabalha há mais de 15 anos com costura e crochê e realizou o cadastro pela primeira vez: “Com a carteirinha, passo a usurfruir de possibilidades como a participação em  feiras de artesanato e cursos em outros estados e me traz a segurança que preciso para expor minhas criações sem o risco de apreenderam minha mercadoria em caso de fiscalização”, destaca.

“Para muitos artistas que possuem o artesanato como principal fonte de renda foi a realização de um sonho. O artesanato é um poderoso remédio também, pois por meio dele, artistas conseguiram superar quadros depressivos”, avalia a presidente da Associação de Artesãos – Pano Colorido, Kátia Gonçalves.  

Atualmente, o Distrito Federal conta com aproximadamente 11 mil artesãos. De acordo com o IBGE, o Artesanato movimenta no Brasil R$ 50 bilhões por ano e sustenta 10 milhões de pessoas.

“A carteirinha é a certificação de que o artesão precisa para expandir o seu trabalho, dando-lhe mais autonomia e oportunidades na sua profissião”, afirma, a administradora regional, Luciane Quintana.