‘Vamos consolidar avanços no combate à corrupção’, diz Moro

Ministro está há cerca de 70 dias em Brasília e enfrenta certa resistência na aceitação do seu projeto anticrime 

Foto: Moro diz que vai consolidar combate á corrupção

Antonio Cruz/Agência Brasil 19.02.2019

Há cerca de 70 dias em Brasília, agora como ministro, o ex-juiz federal Sérgio Moro enfrenta certa resistência na aceitação do seu projeto anticrime e vê entre parlamentares o surgimento da ideia para o fim da unificação das áreas de Justiça e Segurança Pública.

Apesar disso, o ex-titular dos processos da maior operação de combate à corrupção do País afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo ter feito a escolha certa ao aceitar o convite do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Seu argumento é que somente em Brasília é possível consolidar a onda de combate à corrupção iniciada pela Lava Jato por meio de políticas públicas.

Na semana em que o País assistiu à tragédia na escola Raul Brasil, em Suzano (SP), o ministro disse também que eventos como esse aumentam a ansiedade e o desejo de acertar em políticas para a solução do problema da segurança pública.

Questionado sobre críticas que recebe, principalmente nas redes sociais, Moro afirmou que todos os órgãos da pasta têm independência para atuar. Defendeu ainda a indicação dos integrantes do Coaf (Conselho de Controle da Atividade Financeira), que, segundo ele, nunca será utilizado para perseguir adversários políticos do governo. A seguir, a entrevista do ministro:

O Ministério da Justiça e Segurança Pública vai ser separado? Por quê?

O Ministério da Justiça e o Ministério da Segurança Pública foram unificados no novo governo. No entanto, no Congresso há alguns parlamentares que apresentaram proposta de nova separação. Penso, com todo o respeito, que isso apenas enfraqueceria o combate à criminalidade, pois é necessário um ministério forte e na qual possam ser integrados os esforços das diferentes áreas envolvidas em Justiça e Segurança Pública. É importante, por exemplo, que Coaf e DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional) responsáveis, respectivamente, pela inteligência contra a lavagem de dinheiro e pela cooperação jurídica internacional, tenham atuação integrada com a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e polícias estaduais. Separar e fragmentar os esforços não faz nenhum sentido.

O acúmulo de áreas e funções pode emperrar seu projeto? Ou vai em frente?

A reunião de diversos órgãos e secretarias encarregadas de setores específicos da segurança pública é essencial. Outro exemplo, a Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas) tem uma atribuição importante – e que estamos fortalecendo – de gestão de bens sequestrados e confiscados do tráfico de drogas. O tráfico de drogas gera, infelizmente, muitos lucros, e confiscar o patrimônio do criminoso é uma estratégia importante para prevenir o tráfico. Atualmente, há 50 mil bens à disposição da União, entre eles, 314 aeronaves. Vamos agilizar a venda desses bens e os recursos poderão ser investidos na segurança pública ou em políticas de prevenção. Não faz nenhum sentido deixar essa atividade relevante separada de outros braços da segurança pública, como a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal, como foi feito quando Justiça e Segurança eram separados. Mais uma vez, essa ideia de separar os ministérios desconhece a realidade atual na qual o Ministério da Justiça e da Segurança Pública está focado em reduzir a criminalidade e, para isso, precisa de todos os instrumentos disponíveis.

Passados os primeiros 70 dias de governo, o sr. está convencido de que fez a escolha acertada ao deixar a magistratura?

Sim, é preciso consolidar os avanços anticorrupção da Operação Lava Jato em políticas mais gerais, o que só pode ser feito em Brasília, concomitantemente com políticas de redução de crimes violentos e de enfrentamento do crime organizado.

Já acumula decepções?

Há eventos trágicos e perturbadores, como o havido nos assassinatos em Suzano (na escola Raul Brasil). Isso eleva a ansiedade e desejo de acertar o mais rapidamente possível as políticas necessárias de segurança.

Falemos sobre o Coaf. Há críticas sobre nomeações de conselheiros do conselho. Está em curso um aparelhamento do Coaf?

Não há qualquer aparelhamento. O Coaf tem uma reputação de ser um órgão eminentemente técnico e, assim, continuará sendo. Todos os conselheiros são pessoas altamente qualificadas e usualmente indicadas por seus órgãos de origem.

O Coaf, até o governo anterior, tinha apenas 37 funcionários. Esse cenário já foi alterado? Qual a meta de número de servidores no órgãos na sua gestão?

O Coaf, apesar da qualidade de seus serviços, estava um pouco negligenciado no final do governo anterior, provavelmente pelas próprias dificuldades com ajuste fiscal e recursos humanos. Ele foi transferido para o Ministério da Justiça exatamente para facilitar a integração com os órgãos de Justiça e Segurança Pública e para ser fortalecido. Atualmente, tem 54 funcionários e o número deve aumentar.

Qual a garantia de que o conselho terá independência para agir?

Todos os órgãos atuantes no âmbito do Ministério da Justiça e Segurança Pública têm por dever cumprir bem sua função. A independência técnica é pressuposto e garantia legal.

A mudança terá impacto no trabalho do Coaf em conjunto com grandes investigações de combate à corrupção e lavagem de dinheiro?

Embora o Coaf seja um órgão de inteligência, e não de investigação, uma das inovações para fortalecer o órgão e o trabalho dele foi a de criar um setor dedicado especificamente a atender e auxiliar operações especiais de investigação.

Críticos temem que o Coaf poderá ser utilizado pelo governo para perseguir adversários políticos. Como o sr. responde a isso?

Não há nenhuma base concreta para este temor. As pessoas que convidei para ocupar os cargos de direção no Ministério da Justiça e Segurança Pública têm reputação ilibada e reconhecida competência técnica. Nem se eu quisesse – e não quero – aceitariam qualquer desvirtuamento de suas funções. 

Copyright © 2018 Estadão. Todos os direitos reservados

17 comentários em “‘Vamos consolidar avanços no combate à corrupção’, diz Moro

  • 23 de novembro de 2019 em 13:25
    Permalink

    Hi my loved one! I wish to say that this article is awesome, great written and come with almost
    all significant infos. I would like to look more posts like this .

  • 24 de novembro de 2019 em 18:05
    Permalink

    Excellent, what a web site it is! This blog presents helpful information to us, keep it up.

  • 24 de novembro de 2019 em 19:22
    Permalink

    You should participate in a contest for top-of-the-line blogs on the web. I will recommend this website!

  • 24 de novembro de 2019 em 21:38
    Permalink

    Very good info. Lucky me I found your site by accident (stumbleupon).
    I have bookmarked it for later!

  • 25 de novembro de 2019 em 10:08
    Permalink

    This design is incredible! You certainly know how to keep a reader amused.
    Between your wit and your videos, I was almost moved
    to start my own blog (well, almost…HaHa!) Excellent job.
    I really loved what you had to say, and more
    than that, how you presented it. Too cool!

  • 25 de novembro de 2019 em 17:31
    Permalink

    Valuable information. Fortunate me I discovered your website accidentally, and I am stunned why this twist of fate did
    not came about earlier! I bookmarked it.

  • 26 de novembro de 2019 em 05:25
    Permalink

    My brother suggested I might like this website.

    He was totally right. This post actually made my day. You cann’t imagine simply
    how much time I had spent for this info! Thanks!

  • 27 de novembro de 2019 em 19:49
    Permalink

    I抎 have to test with you here. Which isn’t one thing I usually do! I take pleasure in studying a put up that will make folks think. Additionally, thanks for permitting me to comment!

  • 28 de novembro de 2019 em 22:26
    Permalink

    I like reading a post that can make people think.
    Also, thank you for allowing me to comment!

  • 29 de novembro de 2019 em 00:31
    Permalink

    Hi there friends, how is the whole thing, and what you want to say on the topic of this piece of writing, in my
    view its actually remarkable for me.

  • 30 de novembro de 2019 em 17:32
    Permalink

    I抦 impressed, I must say. Actually hardly ever do I encounter a blog that抯 both educative and entertaining, and let me tell you, you will have hit the nail on the head. Your concept is excellent; the problem is something that not enough persons are speaking intelligently about. I am very completely happy that I stumbled throughout this in my seek for one thing regarding this.

  • 2 de dezembro de 2019 em 17:41
    Permalink

    If some one wants expert view regarding running
    a blog afterward i propose him/her to pay a quick visit
    this webpage, Keep up the nice job.

  • 3 de dezembro de 2019 em 17:11
    Permalink

    I don’t know whether it’s just me or if everybody else encountering
    issues with your site. It appears as if some of the written text on your content are running off the screen. Can someone else please provide feedback and let me know if this is happening to
    them too? This could be a problem with my browser because I’ve had this happen previously.
    Many thanks

  • 4 de dezembro de 2019 em 04:22
    Permalink

    Hi there, You have done an incredible job. I’ll certainly digg it
    and personally recommend to my friends. I’m confident they will be benefited from this web site.

  • 4 de dezembro de 2019 em 17:51
    Permalink

    These are really wonderful ideas in concerning blogging.
    You have touched some nice things here. Any way keep up wrinting.

  • 6 de dezembro de 2019 em 03:35
    Permalink

    I抦 impressed, I must say. Really not often do I encounter a blog that抯 both educative and entertaining, and let me inform you, you might have hit the nail on the head. Your thought is outstanding; the issue is something that not sufficient individuals are talking intelligently about. I’m very blissful that I stumbled throughout this in my search for something relating to this.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.