Estado de saúde de bebê resgatada em canteiro de flores no DF se agrava

Maria Flor, como foi batizada pelos bombeiros, foi transferida para uma UTI neonatal.

Por Afonso Ferreira, TV Globo (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

18/03/2019 11h19  Atualizado há uma hora

O estado de saúde da recém-nascida Maria Flor, resgatada por bombeiros em um gramado próximo à Administração da Candangolândia, no Distrito Federal, se agravou nesta segunda-feira (18).

A Secretaria de Saúde informou que a bebê foi transferida, ainda pela manhã, para um leito na UTI Neonatal do próprio Hospital Materno Infantil (Hmib), onde já estava sendo monitorada em uma incubadora.

Ela continuava a ser monitorada por uma equipe médica até a publicação desta reportagem.

Rodeada de flores

Bombeiros encontraram recém-nascida em gramado próximo à Administração da Candangolândia, no DF — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Bombeiros encontraram recém-nascida em gramado próximo à Administração da Candangolândia, no DF — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Com menos de 24 horas de vida, segundo os médicos, a menina foi encontrada por volta das 9h30 deste domingo (17). Ela estava de fralda, embrulhada em uma manta e rodeada por flores, segundo o Corpo de Bombeiros.

As circunstâncias levaram os militares a batizá-la, informalmente, de Maria Flor. A bebê foi transportada ao Hmib com um sangramento no cordão umbilical, dificuldade para respirar, tremores e formigas pelo corpo.

Maria Flor media 34 centímetros e pesava 2,945 quilos quando chegou à unidade. Ela foi internada em uma incubadora e o estado de saúde era estável até a manhã desta segunda (18).

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.


Um comentário em “Estado de saúde de bebê resgatada em canteiro de flores no DF se agrava

  • 22 de novembro de 2019 em 04:25
    Permalink

    You made some respectable points there. I appeared on the internet for the problem and found most people will go along with with your website.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.