Terremoto na Venezuela é sentido em Brasília

Na Asa Sul, moradores registraram abalos pequenos no fim da tarde de terça. Observatório Sismológico da UnB confirmou reflexo do tremor na capital federal.

Por Michele Mendes e Letícia Carvalho, TV Globo e G1 DF

 

Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB) confirmou nesta quarta-feira (22) os reflexos de um terremoto de magnitude 7,3 ocorrido na Venezuela. Na Asa Sul, foram sentidos abalos pequenos no fim da tarde.

Segundo o órgão, na capital federal, a intensidade do terremoto foi de 2 pontos na escala Richter. Apesar do susto, não há registro de feridos.

Observatório Sismológico da UnB confirma reflexo de terremoto de magnitude 7,3 ocorrido na Venezuela (Foto: Reprodução/Facebook)
Observatório Sismológico da UnB confirma reflexo de terremoto de magnitude 7,3 ocorrido na Venezuela (Foto: Reprodução/Facebook)

A geóloga Dhébora Batista Rosa Ventura foi bolsista do Observatório Sismológico da UnB e, há alguns anos, reporta ao órgão abalos que perecebe no prédio em que mora, na 103 Sul. Ao G1, ela disse que, por volta das 18h40, sentiu uma sensação de vertigem:

“Ontem, senti um leve tremor e tive a sensação de vertigem, mas foi bem leve. Em seguida, a janela do meu quarto estalou e percebi que muitos cachorros da vizinhança tinham começado a latir ao mesmo tempo. Então, vi que objetos pendurados estavam oscilando em todo o apartamento.”

O terremoto que atingiu a costa norte da Venezuela ocorreu perto da cidade de Guiria e foi registrado na capital, Caracas, onde edifícios sacudiram. Há também relatos de que ele foi sentido no norte do Brasil, em Boa Vista e Manaus, bem como na Colômbia.

Mapa mostra onde foi o tremor no norte da Venezuela (Foto: Infografia: Igor Estrella/G1)
Mapa mostra onde foi o tremor no norte da Venezuela (Foto: Infografia: Igor Estrella/G1)

O ministro venezuelano da Administração Interna, Justiça e Paz, Néstor Reverol, disse que até a tarde desta terça-feira não havia informação sobre vítimas. Ele afirmou também que está em contato com governadores dos diferentes estados para fazer uma avaliação de danos.

O que explica?

Os tremores de terra sentidos em Brasília foram brandos, porque a profundidade do terremoto, de 123 quilômetros, foi “intermediária”.

De acordo com o professor do Observatório Sismológico da UnB George Sand, as vibrações sísmicas se propagam pelo interior da terra e, às vezes, encontram regiões que podem amplificar o efeito.

“Nas regiões mais distantes, os terremotos podem ser sentidos por causa da geologia do local e da existência de prédios altos, que são mais atingidos por esse efeito.”

2 tremores em um ano

Esta é a segunda vez que Brasília sente os efeitos de terremotos registrados na América Latina neste ano. Em abril, prédios do centro do Plano Piloto foram esvaziados após um abalo de magnitude 6,8 ocorrido na Bolívia.

No Setor Comercial Sul (SCS), foram sentidos três abalos pequenos e um maior, que durou mais de 5 segundos. Não houve feridos no Distrito Federal.

Os tremores também foram sentidos na Avenida Paulista, em São Paulo, em Santos (SP), em Marília (SP), em São Carlos (SP), em Araxá (MG), em Belo Horizonte (MG), em Uberlândia (MG), no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.