Morre terceira vítima de acidente com carro roubado e reféns na Asa Sul

Idoso de 73 anos estava internado desde o sábado, em situação ‘crítica’. Duas vítimas que estavam em outro carro morreram na hora; assaltante que causou acidente está preso.

Por G1 DF e TV Globo

 

Morreu nesta segunda-feira (13) o idoso de 73 anos que estava em um dos carros do acidente grave na Asa Sul, em Brasília, no último sábado (11). Manoel José de Sá tinha sido internado em estado crítico – inconsciente, com sangramento na cabeça e asfixia.

No domingo, o idoso tinha sido transferido do Instituto Hospital de Base para uma unidade de saúde particular. A causa da morte não foi divulgada. A morte foi confirmada à TV Globo pela 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).

O acidente envolvendo três carros aconteceu após uma perseguição policial pelo Eixão Sul, na tarde de sábado. De acordo com a ocorrência, o assaltante Paulo Brás de Oliveira dirigia uma Pajero roubada, com duas pessoas reféns, quando fez uma manobra brusca e atingiu uma Kombi.

Márcio Barbosa de Oliveira, de 52 anos, e Giselda Silva, de 38, estavam na Kombi e morreram na hora. Ao ser atingido, o veículo bateu em um Ecosport com cinco pessoas.

Manoel José de Sá estava nesse terceiro carro. Até a tarde de domingo, apenas ele e uma criança de 7 anos, que fraturou a perna, seguiam internados. Os outros três ocupantes do Ecosport chegaram a ser levados ao Hospital de Base, mas tiveram alta em menos de 24 horas.

PM isola área após acidente com duas mortes no fim do Eixão Sul, em Brasília (Foto: Fabiano Andrade/TV Globo)
PM isola área após acidente com duas mortes no fim do Eixão Sul, em Brasília (Foto: Fabiano Andrade/TV Globo)

O acidente

De acordo com a Polícia Militar, Paulo Brás de Oliveira chegou às 504/505 Sul em uma motocicleta e, ainda usando capacete, roubou o relógio de uma mulher que estava na quadra. Militares perceberam a ação e tentaram interromper a fuga, mas o homem reagiu com tiros.

Logo em seguida, ele abordou a motorista do Pajero e a ameaçou com um revólver, fazendo com que ela dirigisse em fuga pela W3. No meio do caminho, ele assumiu a direção do veículo e, já no fim do Eixão Sul, bateu na Kombi e capotou.

A Kombi atingiu um terceiro veículo, onde estavam cinco pessoas – incluindo uma criança de 7 anos. Apesar do acidente, o assaltante sofreu apenas ferimentos leves e foi levado preso, em flagrante, para a 5ª Delegacia de Polícia (área central).

Prisão mantida

Nesta segunda, a Justiça decidiu manter Paulo Brás de Oliveira preso preventivamente, por tempo indeterminado. Segundo o juiz Aragonê Nunes, a prisão preventiva é a “única providência capaz de frear a senda delitiva”.

Enterro de vítima, no cemitério de Planaltina, que morreu após fuga de assaltante (Foto: Reprodução/TV Globo)
Enterro de vítima, no cemitério de Planaltina, que morreu após fuga de assaltante (Foto: Reprodução/TV Globo)

A audiência de custódia de Oliveira, que tinha sido beneficiado no saidão de Dia dos Pais, ocorreu por volta das 10h. A defesa tinha pedido que ele respondesse em liberdade, mas o juiz acolheu os argumentos do Ministério Público, que foi a favor da prisão do rapaz.

Com a nova decisão, Paulo Brás de Oliveira deve sair do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) no SIA e passar a cumprir pena na Papuda, onde ficará enquanto aguarda julgamento.

Depoimento

Também nesta segunda, a polícia ouviu a motorista do Pajero. Em depoimento, a aposentada Ilza Nogueira disse que está “arrasada” e que ficou “apavorada” durante o assalto.

Vítima de jovem assaltante após depoimento na polícia (Foto: Reprodução/TV Globo)
Vítima de jovem assaltante após depoimento na polícia (Foto: Reprodução/TV Globo)

“Ele ia ameaçando de morte eu e a criança o tempo todo. Era muita responsabilidade minha: um menor sob minha responsabilidade.”

“Eu pensei muitas vezes até em pular quando ele me jogou pra trás do carro, mas eu não poderia pular jamais sem levar a criança. Para eu pular, eu tinha que tirar ele da cadeira, mas eu tinha medo de ele atirar”, continuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.